SINDPESP
CONVITE- Homenagem ao Delegado Clemente Calvo Castilhone Júnior
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
2/4/2017 - / Por
 
 

Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) convida todos ao ato solene de homenagem e entrega da Medalha “Delegado Ismael Benedito do Nascimento” ao Delegado de Polícia Clemente Calvo Castilhone Júnior.

A medalha “Delegado Ismael Benedito do Nascimento” é concedida a integrantes das Polícias Judiciárias que sofreram injustificadas criticas e acusações infundadas no cumprimento de sua missão.

O Delegado Castilhone foi uma das vítimas da inobservância da imprescindível divisão de atribuições entre investigar, acusar e julgar. Ele teve decretada a sua prisão temporária, onde no próprio documento constava de seu cabeçalho “Investigação Contra Organizações Criminosas – Fato Atípico”.

Sem nenhuma prova, Castilhone Júnior foi apontado pelo Núcleo do Gaeco de Campinas como pessoa que teria deixado vazar informações a policiais que supostamente teriam praticado crimes em Campinas.

O Gaeco suspeitava (mas nunca provou) que Castilhone Júnior tinha vazado informações que haviam sido apresentadas em reuniões da Agência Integrada e do CIISP (Centro Integrado de Inteligência de Segurança Pública de SP), órgão que integra as polícias Civil, Federal e Militar, e do qual ele era um dos membros nato, tendo participado inclusive da criação do órgão.

Conforme consta do processo contra o delegado, dentre os diversos participantes das reuniões, ninguém chegou a ser investigado e nem qualquer outra pessoa que teve acesso às informações, somente Castilhone Júnior, eleito como suspeito número um pelo Gaeco de Campinas.

Outro disparate consiste no fato de que o crime pelo qual foi denunciando (Violação de Sigilo Funcional) sequer está elencado na Lei 7.960/89 entre aqueles que possibilitam a prisão temporária e, caso houvesse indícios de sua prática, ensejaria no máximo mero procedimento de Termo Circunstanciado, jamais prisão.

Os quatro dias de injusta segregação (de 15 a 18 de julho de 2013) foram suficientes para que o delegado Castilhone Júnior, casado à época e pai de dois filhos, professor universitário, selecionado pelo FBI (a Polícia Federal dos Estados Unidos) para cursos e convidado para estágio na BKA (a Polícia Federal da Alemanha), tivesse sua vida toda desmoronada.

À época da prisão, o delegado era o chefe do Setor de Inteligência do Denarc (Departamento Estadual de Investigações Sobre Narcóticos) e contava com o respeito e a admiração de membros da Polícia Civil, do Poder Judiciário e até mesmo de integrantes do Ministério Público Estadual., sendo requisitado inclusive para palestrar na Escola Superior da Magistratura pelo então presidente do CNJ e STF, Ministro Cézar Peluzzo.

O reconhecimento de seu trabalho alcançava também o Legislativo, onde Castilhone Júnior era convidado frequentemente para palestrar nas Frentes Parlamentares de Combate ao Crack _ na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e Congresso Nacional, em Brasília.

Em solidariedade ao delegado Castilhone Junior, em uma iniciativa nunca vista antes, delegados e outros policiais promoveram uma passeata pelo centro de São Paulo, passando pela sede da SSP (Secretaria da Segurança Pública) e encerrando o protesto na sede do Ministério Público Estadual, na rua Riachuelo, também no centro.

Por três anos, Castilhone travou uma batalha judicial contra o Núcleo do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) de Campinas, órgão do Ministério Público Estadual, para provar sua inocência, diante da indevida acusação.

Em 31 de agosto de 2016, por unanimidade, desembargadores da 12ª Câmara de Direito Criminal, do Tribunal de Justiça de São Paulo, reconheceram que sequer havia justa causa para que Castilhone fosse processado, determinando, assim, o trancamento da ação penal.

A homenagem é um simples ato que visa minimizar a dor de um Agente da Lei que foi vítima de grave injustiça, pois, por mais que noticiemos a comprovação da inocência e a leviandade das acusações iniciais, jamais serão apagadas as tendenciosas notícias que foram veiculadas pelos autores da acusação.

 
 
 
1
10/6/2021 -
Lançamento online da obra “Corrupção: sistemas jurídicos de combate”

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2
10/6/2021 -
Coleção Decifrada da Editora AlfaCon é escrita por Delegados de Polícia

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3
9/6/2021 -
Sindpesp em conjunto com a Adepol do Brasil e demais entidades representativas do funcionalismo público se unem em manifesto contra a PEC 32/2020

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

4
9/6/2021 -
Vitória do Sindpesp e de todas as mulheres policiais civis do estado de São Paulo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

5
3/6/2021 -
O Sindpesp acompanha toda tramitação do Projeto do Novo Código de Processo Penal em Brasília e luta pelas funções constitucionais da Polícia Civil

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6
2/6/2021 -
O Sindpesp recomenda a obra Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária- vol. 3 escrito por Delegadas de Polícia, com prefácio de Raquel Gallinati

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7
1/6/2021 -
Sindpesp encaminha Ofício, Defasômetro e Ranking Salarial à Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

8
1/6/2021 -
Sindpesp parabeniza a Delegada Nadine Tagliari eleita presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

9
27/5/2021 -
Presidente da Adepol do Brasil discursa na Audiência sobre a legitimidade da PCRJ na comunidade do Jacarezinho

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

10
27/5/2021 -
Sindpesp e ADPF alinham estratégias contra a PEC 32/2020

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11
26/5/2021 -
Raquel Gallinati e Judson Barros participam de Live sobre a trajetória de superação do delegado

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

12
26/5/2021 -
PL que institui o Programa de Proteção à Policial Civil Gestante, demanda proposta pelo Sindpesp, deve ser votado nesta quarta-feira (26)

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

13
26/5/2021 -
OAB-SP promove Audiência Pública sobre PEC da reforma administrativa

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

14
26/5/2021 -
Alerta geral sobre a Reforma Administrativa aprovada na CCJ da Câmara dos Deputados

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

15
26/5/2021 -
FENADEPOL e SINDPF-SP homenageiam Raquel Gallinati pela posse na ADEPOL do Brasil

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

   
   
   
   



SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
Avenida Ipiranga, 919 - Conj. 1707 - 17º Andar

11997107849 - Atendimento Administrativo
11974732873 - Atendimento Jurídico
11941268168 - Cadastro e Seguros

sindpesp@sindpesp.org.br | 11-3225-1170




   
     
  + VISITADAS nos últimos 60 dias  
   
     
  Sindpesp encaminha Ofício, Defasômetro e Ranking Salarial à Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça e Segurança Pública  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  O Sindpesp acompanha toda tramitação do Projeto do Novo Código de Processo Penal em Brasília e luta pelas funções constitucionais da Polícia Civil  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  O Sindpesp recomenda a obra Tratado Contemporâneo de Polícia Judiciária- vol. 3 escrito por Delegadas de Polícia, com prefácio de Raquel Gallinati  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Sindpesp parabeniza a Delegada Nadine Tagliari eleita presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Programa a Voz da População - Raquel Gallinati fala sobre a realidade da Polícia Civil na Rádio Polícia  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  RecordTV - Na mira dos bandidos, policiais vivem rotina de insegurança  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////