SINDPESP
Nota Fendepol - Delegados de Polícia nas delações premiadas
//////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////
22/6/2018 - / Por Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil
 

 

Através da presente nota, expressamos e difundimos a todos os veículos de comunicação, entidades da sociedade civil, órgãos públicos e à coletividade repúdio ao Editorial da Globo, que critica, de forma desarrazoada, a iniciativa dos Delegado de Polícia nas delações premiadas. Trata-se de uma visão míope do cenário e, em muito, unilateral do efetivo potencial desta ferramenta investigativa, poder esse que o Ministério Público sequer possui à luz das normas constitucionais, mas que necessitou de recorrer a puxadinhos hermenêuticos para de fato se arvorar em alguma atribuição investigativa.

O principal argumento utilizado para sustentar a inconstitucionalidade da iniciativa do Delegado de Polícia na proposição da delação premiada se fundamenta na indisponibilidade/ obrigatoriedade da ação penal pública, como se a mitigação de tais princípios já não estivessem presentes na legislação pátria, v.g, a suspensão condicional do processo (art. 89 da Lei n° 9.099/95), a transação penal (art. 76 da Lei n° 9.099/95) e a escusa absolutória (art. 181 do CP). Observe, portanto, que o argumento apontado perde consistência e racionalidade diante de uma breve análise da sistemática processual penal vigente.

Não obstante, a decisão restringiu a atuação do Delegado de Polícia para além do que estava previsto na lei reguladora do tema, negando a possibilidade de oferecer a garantia aos delatores de não serem investigados pelos crimes delatados. Ora, mais do que pacífico é o entendimento do STF1 que confere ao Delegado de Polícia a exclusividade na presidência do inquérito policial. Se o inquérito policial, presidido exclusivamente pelo Delegado de Polícia, consiste na formalização das investigações policiais realizadas; pelo mesmo fundamento, a condução dessas investigações policiais no inquérito policial somente pode ser feita exclusivamente pelo Delegado de Polícia, sem a ingerência inconstitucional e intempestiva do Ministério Público, inclusive em delações premiadas. Estranho, portanto, é manter a atuação do Ministério Público em questões iminentemente investigativas que só são mantidas por decisão judiciais do STF que o concedem atribuição investigativa.

Para concluir, faz-se necessário avançar no combate ao crime, em especial em crimes que envolvam casos de corrupção e desvio de dinheiro público, sem seletividade naquilo que se investigará. Não se pode esquecer que a Operação Lava Jato teve efetivo início da Polícia Judiciária e tolher ou criticar tal poder investigativo mostra que o Brasil não está preparado para uma mudança naquilo que há anos impulsiona o funcionamento deste país: o jeitinho nas decisões do dia a dia, os puxadinhos naquilo que pode beneficiar certo grupo ou mesmo a corrupção como mola propulsora do funcionamento estatal. Ficam nossos anseios para dias melhores. Eles certamente chegarão, com dificuldade, mas chegarão!

Federação Nacional dos Delegados de Polícia Civil - FENDEPOL

 
 
 
 
1
14/11/2018 -
Ministro da Segurança Pública palestra no Fórum IACC

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

2
14/11/2018 -
Segurança Pública em Debate discute a importância dos tributos na melhoria da Segurança Pública

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

3
13/11/2018 -
Fórum IACC: Lei Orgânica e Constituição Federal são discutidos no quinto painel do evento

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

4
13/11/2018 -
Segundo dia do Fórum IACC discute Segurança Pública e novas tecnologias para o combate à criminalidade

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

5
13/11/2018 -
Nota conjunta

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

6
13/11/2018 -
Fórum IACC: Novas tecnologias para Segurança Pública

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

7
13/11/2018 -
Fórum IACC: Sétimo painel debate o que a sociedade espera da Segurança Pública

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

8
13/11/2018 -
A repressão qualificada à corrupção e ao crime organizado é tema do último painel do Fórum IACC

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

9
12/11/2018 -
Segurança pública e novas tecnologias para o combate à criminalidade são discutidas na abertura do Fórum IACC, em São Paulo

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

10
12/11/2018 -
POP UP Fórum IACC: Presidente do CONCPC, Emerson Wendt, aborda desafios na gestão da Polícia Judiciária

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

11
12/11/2018 -
Fórum IACC: Práticas do combate ao crime organizado e à corrupção são abordadas no segundo painel

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

12
12/11/2018 -
Fórum IACC: Integrantes do primeiro painel discutem fortalecimento da Polícia Judiciária

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

13
12/11/2018 -
Fórum IACC: Palestrantes do último painel falam de cooperações jurídicas no combate à lavagem de dinheiro

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

14
12/11/2018 -
Fórum IACC: Autoridades policiais e jurídicas comentam no terceiro painel sobre prevenção e combate ao tráfico de armas e drogas

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

15
12/11/2018 -
Apresentação, homenagem e happy hour encerram primeiro dia do Fórum Nacional da Inteligência Aplicada no Combate à Corrupção

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

   
   
   
   



SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
sindpesp@sindpesp.org.br | 11-3337-4578




   
     
  + VISITADAS nos últimos 30 dias  
   
     
  Nota sobre o Dr. Sergio Moro no Ministério da Justiça  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  4ª Delegacia de Defesa da Mulher promove evento sobre saúde feminina para vítimas de violência doméstica  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Blog Marco Eusébio - Delegados de polícia de SP dizem que Moro é nome ideal para o combate à corrupção  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  O Estado de S. Paulo - Moro ministro vai ‘varrer horda de corruptos’, dizem delegados em São Paulo  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  SINDPESP faz hoje 29 anos de valorização das prerrogativas do Delegado de Polícia  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////  
     
   
     
  Delegado aposentado de 80 anos é agredido por coronel da PM e está na UTI  
.
  /////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////